O silêncio que tira o sono!

Atualizado: 14 de fev.


Em seu livro “O sapo que queria ser príncipe”, Rubem Alves fala sobre as madrugadas de insônia:


“Depois de algum tempo, é o silêncio que tira o sono. Porque no silêncio, quando não há bichos soltos do lado de fora, os bichos que moram dentro começam a uivar. O bom do barulho da cidade é que ele abafa os barulhos dos bichos da alma”.

Se você abriu esse texto é bem provável que já tenha passado noites em claro. Pode ser que hoje você esteja passando por uma delas e está pensando em procurar ajuda. Entenda que você não está sozinho, pois esse problema é cada vez mais comum em pessoas de todas as idades, e é muito importante que você saiba que só a iniciativa de buscar apoio já te coloca um passo mais perto de uma melhora na sua qualidade de vida.


A ansiedade é uma emoção que nos faz ficar alerta e reagir à situações ameaçadoras. Em quantidades baixas ela tem uma função protetiva diante do desconhecido e por isso nos leva a fazer planejamentos e aprender a lidar com as muitas coisas que podem acontecer e que estão fora do nosso controle, como a reação das outras pessoas por exemplo.


Quando essa emoção está desregulada, tudo passa a ser interpretado como ameaça, e a reação do corpo é o que chamamos de crise de ansiedade, que pode ter sintomas físicos, entre eles, a insônia. Durante o dia, com todos os compromissos e outras pessoas em volta é mais fácil se distrair dos pensamentos que teimam em nos manter alertas. Mas não se engane, se encher de atividades não é um caminho saudável, pois este mesmo ambiente agitado que ocupa você a ponto de não conseguir sequer ouvir os seus próprios pensamentos é o mesmo que leva você a não conseguir dormir a noite. Os pensamentos automáticos e negativos já estavam lá durante o dia, a diferença é que de madrugada há silêncio do lado de fora e aí os “bichos da alma” se tornam insuportáveis.


Quando se trata de dormir bem, é importante adotar hábitos conhecidos como higiene do sono, que incluem uma alimentação mais leve a noite, prática de atividades físicas, interrupção do uso de eletrônicos por pelo menos 30 minutos antes da hora de se deitar, dormir no escuro, pois ele favorece o relaxamento e até a produção de alguns hormônios importantes. Você pode também incluir algum ritual como meditação, tomar um chá, fazer uma oração, ler... todas essas são práticas que podem ajudar a diminuir o ritmo se fizerem sentido para você.


Mas há casos em que apesar de ser o sintoma mais aparente, (já que dormir mal prejudica seu rendimento no trabalho, concentração, memória e humor) a insônia aponta para problemas maiores e neste caso contar com o apoio de um profissional é fundamental para tratar as causas da insônia, que podem ser de origem psicológica.


Eu sei que se você esta acordado em plena madrugada gostaria de receber um atendimento que solucionasse imediatamente o seu problema, eu compreendo sua urgência, mas considere agendar uma consulta, dentro de algumas horas você obterá resposta de um profissional e estará a caminho de ter cada vez menos noites como essa. Se os passos de higiene do sono que eu sugeri neste artigo não foram suficientes para te ajudar a relaxar e descansar, tenha coragem de dar mais um passo em direção à sua melhor versão, pois cuidar de você é o seu melhor investimento.


Fabiane Belarmino de Sousa

Psicóloga: CRP 14/063636

Contato: (35) 99727-1907

Instagram: @fabisuapsi

Meu perfil no Terappia: fabiane-belarmino-de-sousa


#vida #planejamento #motivação #felicidade #metas #objetivos #planejar #projetodevida #lifeproject #procureumpsicólogo #façaterappia #psicologia #psicoterapia #psicóloga #atendimentopsicológico #psicoterapiaonline #psicologosonline #psicologas#psicoterapeutas #síndromedopânico #terapiafazbem #terapiadecasalefamilia #saúdemental #saudeemocional #saudeebemestar #psicológico #terappia #terappiaonline


57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo