Por que o suicídio não é fenômeno de uma pessoa só

Atualizado: 24 de set. de 2021


O suicídio não é fenômeno de uma pessoa só. Por mais que estejamos em sofrimento e com a sensação de desamparo, é muito difícil estarmos completamente sós.


Isso porque sempre há algum familiar, vizinho, colega de trabalho ou aquele conhecido da igreja, da academia, da escola, ou seja, qualquer pessoa próxima a você ou até mesmo algum animal de estimação que depende dos seus cuidados e da sua interação.


Quem já conheceu alguém que cometeu suicídio ou quem passou por essa experiência, de perder alguém por esse motivo, sabe o quanto as pessoas ficam mexidas e impactadas.


Geralmente, permeia um choque, espanto, tristeza e sentimento de culpa. "Ninguém percebeu" é uma expressão comum. Contudo, não há regra de que a pessoa deixaria sinais. Ainda sim, que sinais seriam esses?!


Nem todo deprimido tem ideação suicida.

Nem toda pessoa em crise tem ideação suicida.

Nem toda pessoa em desespero tem ideação suicida.

Não temos controle sobre as intenções do outro.


Se você se identificou com este texto ou lembrou de alguém, saiba que os atendimentos psicológicos são um meio para te ajudar a lidar com esta situação. Procure ajuda💛


Ana Carolina Paulini Marturano

Psicóloga CRP 06/88987

Contato: (11) 99443-0842

Instagram: @anacarolpsicologa

Linkedin: Ana Carolina Paulini Marturano

Meu link no Terappia: https://www.terappia.com.br/team/detalhe/ana-carolina-paulini-marturano-


#setembroamarelo #suicidio #prevençãoaosuicídio #depressão #prevenção #autocuidado #ansiedade #setembro #amarelo #cuidado #saúdemental #psicologia #psicologiaclínica #psicóloga #psiquê #terappia #terapia #terapiaonline #psicologiaonline #psicólogosonline #culpa

20 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo